Sunday, March 9, 2008

succubus song

to hell I have been
a crimson dream
of demons unseen
come clean, oh Baal
I consider myself guilty
take me through thy trail
take me off this reality
oh succubi, drain me dry
won't drop but a single tear
pry me open, helpless and dying
leave me without hope and fear
wounds close but never heal
hellbound, timeless ordeal
for the sin of lust I am here
always will, always been

3 comments:

The tone said...

Como o de costume uma poema-oração que exorta o tipo de natureza demoniaca ao qual o blog remete. Uma bela escolha de palavras e de símbolos. Uma certa angústia da culpa, que parece se dissolver ou converter no torvelinho da luxúria, na própria existência, uma espécie de justificativa do pecado. Achei interessante as ambiguidades do texto. Contei pelo menos 3.
Queria poder ter mais habilidade com os poemas, pois este é uma pérola!

Guilherme said...

olha, digo que hoje é EXATAMENTE como eu me sinto... eu ando meio demoníaco mesmo.

The tone said...

e quem não anda? algumas pessoas mais e outras menos, nunca me senti tão Faustico quanto nos ultimos meses... vc está conseguindo criar coisas muito bem feitas, então, pq nao se sentir assim?